Menu Principal

Siga nossas redes sociais:

Em sua sexta edição, o Prêmio Sustentabilidade – Troféu Biguá, promovido pela TV Gazeta Sul, está contemplando em 2017 ganhadores de quatro municípios da região sul do Estado: Iconha, Itapemirim, Iúna e Jerônimo Monteiro, nas respectivas modalidades Sociedade Civil, Empresa Privada, Produtor Rural e Escola. Além do troféu e da bonificação de R$ 2.000,00, os premiados deixam como legado para a sociedade exemplos de práticas que podem se multiplicar e ajudar na preservação dos recursos naturais da região.

https://especiais.gazetaonline.com.br/sustentabilidade/wp-content/uploads/sites/58/2018/03/Ativo-1@3x-179x206.png

Sociedade Civil

1º lugar: Grupo Bicho do Mato

Bicho do Mato: Ação Jovem a Serviço da Sustentabilidade

Local: Iconha

O Bicho do Mato surgiu em 2009, em Iconha a partir da inciativa de jovens com amor pela natureza e de preocupação com a situação alarmante que se encontrava o Rio Iconha. O objetivo do projeto é promover a harmonia entre a sociedade e o meio ambiente de forma mais específica promover a revitalização do Rio Iconha através do reflorestamento em propriedades rurais; ações de limpeza do Rio Iconha; ações de educação ambiental; debate sobre políticas públicas de desenvolvimento sustentável; formação e capacitação dos agricultores sobre ecologia e preservação ambiental; ações de cidadania e solidariedade como a doação de sangue para hospitais; articular e cobrar junto ao poder público a realização das ações para a preservação do meio ambiente.

Contato: Robson France Oza (28) 99276-7677 / (28) 3537-1667 [email protected]


Captação Pluvial

Local: Cachoeiro de Itapemirim

O prédio da nova sede da FDCI foi planejado observando a sustentabilidade e a consciência ambiental. A água da chuva é captada no telhado da faculdade, através de canos e bombas, e distribuída nos diversos departamentos onde é utilizada: nas torneiras, nas válvulas de descargas dos banheiros, além da limpeza do prédio e do entorno. Com esse sistema a economia tem sido considerável, em média são gastos diariamente cerca de 4 mil litros de água na Instituição. O valor mensal da conta de água caiu de R$1.600,00 mil reais para apenas R$100,00 reais. A água da concessionária destina-se somente para os bebedouros, cantina e cozinha. A Faculdade ainda conta com iluminação de policarbonato nos corredores centrais, garantindo iluminação natural. E várias ações para destinação correta do lixo também estão implantadas na Instituição.

Contato: Roberta dos Santos Viana (28) 2101-0311 [email protected]

https://especiais.gazetaonline.com.br/sustentabilidade/wp-content/uploads/sites/58/2018/03/Ativo-5@3x-180x207.png

Empresa Privada

1º lugar: FDCI - Faculdade de Direito de Cachoeiro de Itapemirim

https://especiais.gazetaonline.com.br/sustentabilidade/wp-content/uploads/sites/58/2018/03/Ativo-2@3x-179x207.png

Produtor Rural

1º lugar: Sítio Jacutinga - Carlos Tatagiba Martins

Produção de Forma Sustentável: A Fórmula para o Futuro

Local: São Braz / Burarama - Cachoeiro de Itapemirim

O objetivo é promover a conservação da água e do solo, por meio de técnicas conservacionistas sustentáveis adotadas paralelamente à produção agrícola O proprietário conseguiu fazer várias ações em sua propriedade o que ocasionou no aumento do volume de água e da diversidade da fauna e flora do lugar. As ações praticadas são passíveis de serem reaplicadas em outras propriedades rurais como: a implantação de caixas secas; o reflorestamento com espécies florestais e frutíferas; a manutenção e conservação das várzeas e matas ciliares; o corredor ecológico de ligação entre as propriedades rurais; a preservação das nascentes e córregos; e a redução da erosão do solo.

Contato: Carlos Tatagiba Martins (28) 99956-4226


NOVAmente - Uma nova visão pode salvar o nosso planeta

Local: Itaici - Muniz Freire

O projeto é voltado para inúmeras ações com finalidade de reduzir e dar destino adequado aos resíduos produzidos pela comunidade de Itaici. Uma das ações foi à retirada do lixão a céu aberto que existia às margens do rio Braço Norte Esquerdo que poluía o ambiente e comprometia a saúde dos 1600 moradores. Outra ação foi à sensibilização e conscientização dos moradores a terem a mudança de hábitos em relação à separação dos resíduos recicláveis e não recicláveis. A coleta dos resíduos recicláveis é feita pela escola e com esses matérias são confeccionados brinquedos, jogos, objetos utilitários e ornamentais. E os resíduos não recicláveis são recolhidos pela Prefeitura de Muniz Freire. E o projeto não para, as próximas ações serão para recolher os resíduos orgânicos da comunidade para a produção de compostagem.

Contato: Arildo Delprete (28) 3544-6015 [email protected]

https://especiais.gazetaonline.com.br/sustentabilidade/wp-content/uploads/sites/58/2018/03/Ativo-3@3x-188x211.png

Escola

1º lugar: EMEF Sebastião Costa

https://especiais.gazetaonline.com.br/sustentabilidade/wp-content/uploads/sites/58/2018/03/Ativo-7@3x-188x211.png

Órgão Público

1º lugar: Prefeitura de Guaçuí

III Mostra de Vídeos Curtas Ambiental

Local: Guaçuí

A Mostra de Vídeos “Curtas Ambiental” é uma sequencia de vídeos produzidos pelos alunos das escolas municipais, estaduais e particulares de Guaçuí. Os alunos participam de oficinas e discutem sobre o tema, depois e feita à captação das imagens e produção dos curtas. Os filmes são apresentados no Teatro Municipal Fernando Torres durante a Semana do Verde e em redes sociais.  O projeto contribui para uma percepção social, por meio da produção audiovisual, de que a responsabilidade pelo desenvolvimento sustentável é de todos. Em 2015, o tema da mostra foi: “A sede que seca. Água e nosso futuro”,

Contato: Weriton Azevedo Soroldoni (28) 3553-2462 [email protected]

Publicidade
Top