Passeio de escuna em cenário paradisíaco
Aracruz Norte

Passeio de escuna em cenário paradisíaco

Tradição em Santa Cruz encanta turistas

Um passeio calmo, prazeroso e repleto de belas paisagens em meio ao quinto maior manguezal da América Latina. Este é o cenário que os turistas vão se deparar no encontro da foz do Rio Piraquê-Açu e o mar, no balneário de Santa Cruz em Aracruz. De lá, partem os deliciosos passeios de escuna, uma tradição de décadas na região.

São duas opções de embarque: uma nas proximidades do Coqueiral Praia Hotel, na Rua da Balsa e outra no píer anexo aos restaurantes de Santa Cruz. Em qualquer uma delas, a satisfação é garantida, como atesta o empresário Thiago Calhau, que há mais de dez anos organiza passeios turísticos no rio.

“Para quem quer desfrutar das belezas da região é uma opção e tanto. É muito tranquilo, as águas são calmas e convidativas a um mergulho no Piraquê-Açu. Basta agendar e curtir tudo o que esse passeio proporciona”, afirma.

Na alta temporada, como agora no verão, uma única embarcação chega a atender até 120 turistas no mesmo dia, em muitos passeios. E os valores são atrativos para as duas horas de navegação e curtição. Basta agendar e desfrutar.

“A primeira meia hora é de navegação até chegarmos em uma região do rio onde os turistas podem mergulhar e se deparam com o bar flutuante. Lá é possível curtir um tira-gosto e tornar ainda mais prazerosa a aventura. Os turistas ficam por cerca de uma hora no rio e depois retornam em segurança ao píer”, diz o responsável pela embarcação Princesinha do Mar.

Para o secretário de Turismo e Cultura, Jean Pedrini, o passeio de escuna tem papel importante no desenvolvimento da comunidade de Santa Cruz. “Para o município é interessante esse tipo de atividade, porque ajuda a desenvolver toda a região, pois os turistas podem integrar o passeio e desfrutar da bela gastronomia local. Por isso mesmo, incentivamos essas atividades e entregamos uma infraestrutura que atenda as pessoas não somente na alta estação como ao longo do ano. Se o turista gosta, ele volta”, analisa o secretário.

Consciência ecológica

O foco dos passeios é a prática do turismo, mas sem deixar de lado a necessidade de manutenção do ecossistema. Ao longo do ano, os passeios também ganham um caráter educacional, já que alunos de escolas do município e região aprendem sobre a fauna, flora e atividades existentes na região.

“As escolas nos procuram para esse tipo de serviço. Ressaltamos juntos aos alunos a importância que o manguezal tem, já que é um berçário de muitas espécies de peixes e crustáceos, além de ensinarmos sobre a cultura indígena, muito forte na região, entre outras coisas”, detalha Thiago.

 

Passeio de escuna

Local: Píer em Santa Cruz ou na Rua da Balsa, em Coqueiral

Cidade: Aracruz

Datas: diários e por agendamento. Mínimo de 8 e máximo de 42 embarcados

Horários: das 10h até as 16h

Valores: R$ 30 (adulto) e R$ 15 (meia). Crianças até 5 anos estão isentos de cobrança

Informações: (27) 3250-1941 e 9.9985-1964

Destinos relacionados

Guriri: água morna e tranquilidade atraem turistas de todo o país

Você sabe usar o filtro solar do jeito certo?

Verão é tempo de sair do sofá e ser feliz

Corrida reúne 800 pessoas em Aracruz

Na areia, esporte e consciência ambiental