Especial

dots-horizontal

O poder das luzes

O uso das luzes na pele ou nos cabelos trata diversos problemas, deixa ambos mais bonitos e ainda promete um efeito mais rápido que o de muitos outros tratamento

ANA LUÍZA DIAS [email protected]

A cada ano os tratamentos estéticos lançam novas tendências, que muitas vezes saem de moda rapidamente. Alguns procedimentos, porém, vêm crescendo no mercado, conquistando adeptos, e se fazendo presentes em diversas clínicas especializadas, como é o caso dos trata- mentos que usam as luzes.

Diferentemente dos ácidos e outros tratamentos de rotina, o uso das luzes na pele ou nos ca- belos promete um efeito mais rápido.A dermatologista Thaiz Rigoni garante que o paciente pode ver uma grande diferença em poucos dias. “Na face são realizados muitos procedimentos para tratar problemas relacionados aos vasos sanguíneos do rosto, e ao redor do nariz, mas também são usados para tratar pigmentos da melanina, como as sardas”, explicou a dermatologista.

Ela complementa dizendo que as luzes também são usadas em tratamentos pelo corpo. “Elas podem tratar pintas castanhas do dorso das mãos causadas pelo sol, (as chamadas melanoses solares) e a poiquilodermia do pescoço e colo, que deixam a região com aspecto muito avermelhado, por exemplo”, reiterou Thaiz.

Nos procedimentos de pele, os mais utilizados são o laser e o LED. O laser é uma luz que emite radiação amplificada, e possui maior potência óptica do que o LED, apesar de precisar de recursos para manter a linearidade. Já o LED não emite radiação, seu ângulo de emissão é maior,e não oferece sensibilidade às temperaturas.

A esteticista Sandra Tannure realiza diversos procedimentos com as luzes, e garante que esses tratamentos vieram para ficar. “Usamos desde o laser de baixa potência, e o LED, até chegar ao laser de alta potência”, disse ela. Sandra ainda esclarece que além de tratamentos para clarear manchas, marcas de acne, fazer o rejuvenesci- mento da pele, os lasers também são usados para fazer depilação definitiva.

A dermatologista Anna Flávia Moll explica que o LED pode ser mesclado entre si, a fim de potencializar os seus efeitos. “O LED possui ampla largura espectral, oferecendo assim uma gama de cores que podem ser utilizadas em vários tratamentos”, ressaltou. “Dependendo do tipo de tratamento é indicada uma combinação dos LEDs, o que proporciona resultados mais efetivos”, complementou a médica.

As luzes também são poderosas para tratar os cabelos. A fototerapia pode ser usada em diferentes tipos de tratamentos, tanto para acalmar o couro cabeludo, quanto para estimular a per- meação de produtos nos fios. “A fototerapia trabalha com as vibrações e comprimentos de onda das luzes, que possuem diferentes ações. E no couro cabeludo elas podem, por exemplo, acalmar o processo inflamatório com o LED azul, ou estimular com o LED vermelho, evitando a que- da, por exemplo”, explicou a tricologista Régia Petterle. A especialista ressalta que esses procedimentos geralmente são usados em casos como alopecias, doenças do couro cabeludo e danos da fibra capilar. E hoje em dia muitos aparelhos usam altas tecnologias, ajudando no aprimoramento dos procedimentos.

Gostou dessa matéria? Compartilhe!

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Pinterest
Envie por Whatsapp

Nos conte sua opinião, deixe um comentário:

Você também vai gostar de ler

Carnaval

Make power, cabeça feita

Os dias de desfile no Sambão do Povo renderam – além de carros alegóricos lindos e fantasias belíssimas – muitas makes criativas e acessórios de

Leia mais
Carnaval

Deu água na boca

Os comes e bebes também fizeram bonito no Espaço ZZ. Canapés, mesa de doces, picolés, salada de frutas e bebidas variadas  deixaram os convidados  prontos

Leia mais