Panorama dos melhores bairros para comprar ou alugar um imóvel

Regiões com boa infraestrutura são mais procuradas para moradia na Grande Vitória

—————– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE —————–

Início de ano normalmente representa um período de grande movimentação no mercado de aluguel de imóveis residenciais. Há duas razões principais: profissionais que chegam à Capital para trabalhar em grandes e médias empresas e  o grande fluxo de estudantes que se mudam do interior ou de outros estados para a Grande Vitória. Nesse período, a procura por locação de unidades cresce, e alguns bairros já despontam na preferência.

Pela proximidade com a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), o bairro de Jardim da Penha segue como aposta de região que vai continuar sendo valorizada quando o assunto é locação. Nessa época do ano, o bairro é o mais procurado por universitários que precisam alugar apartamentos.

Ainda em Vitória, Jardim Camburi e Praia do Canto, conhecidos por terem imóveis com melhor estrutura, também terão procura alta durante o ano, apesar dos preços mais elevados. Nessas regiões, o aluguel médio de unidades com a mesma tipologia fica de R$ 200 a R$ 500 mais caro do que em outros bairros.

“Quem procura uma residência nesses bairros busca melhor qualidade de vida. Jardim Camburi é o bairro mais populoso da Grande Vitória, e tem muitas unidades à disposição. A percepção de que ele era um bairro afastado se perdeu com o tempo”, avalia o corretor imobiliário Marcos Paulo Souza.

Do outro lado da ponte, em Vila Velha, a procura vai continuar aquecida na orla. “Praia da Costa e Itaparica seguem como os mais procurados para locação. São regiões consolidadas e com grande oferta de unidades”, explica o vice-presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Espírito Santo (Ademi-ES), Moacyr Brotas.

Serra e Cariacica

Fora do eixo Vitória-Vila Velha, a região que se destaca pela grande procura é a Serra, onde Morada de Laranjeiras e o Parque Residencial de Laranjeiras são os bairros mais procurados. Outro  que tem despontado tanto na oferta como  na procura de unidades para locação é Jardim Limoeiro, principalmente, em conjuntos habitacionais mais populares.

Segundo especialistas do setor, o município serrano colhe os frutos do boom imobiliário ocorrido antes do período da crise financeira. “Essa área da Serra, principalmente, nesta faixa mais próxima a Vitória, cresceu muito nos últimos anos, e agora chegou a hora em que os investidores começam a lucrar com a locação das unidades”, explica o corretor imobiliário Marcos Paulo Souza.

Já em Cariacica, a região que ganha destaque é Campo Grande e bairros adjacentes, principalmente nas proximidades da BR-262. Com preços um pouco mais baixos que em outras cidades da Região Metropolitana, o município também tem mais opções de casas do que em outras cidades.

Unidades de um e dois quartos são as mais procuradas

Quando o assunto é locação, a busca por imóveis menores – como apartamentos de um ou, no máximo, dois quartos – desponta na preferência, principalmente para solteiros que buscam uma moradia por questões de trabalho ou de estudo. A característica é uma vantagem para os investidores, pois estas unidades custam menos e têm uma boa rentabilidade mensal.

Em uma região como Jardim da Penha ou Jardim Camburi, ambas em Vitória, o preço médio do aluguel para unidades de um quarto, para se ter uma ideia, veria de R$ 900 a R$ 1.100, em média. Já os apartamentos de dois dormitórios têm aluguel na faixa de R$ 1.300 nos bairros mais procurados da Capital.

“Imóveis menores têm uma rentabilidade melhor e uma velocidade maior de locação. As opções que temos ficam poucos dias no catálogo e não demoram para ser negociadas”, explica Moacyr Brotas, vice-presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-ES).

Compartilhe:

Você também vai gostar: