É hora de investir na compra da casa nova

Mercado apresenta novidades, mas preço segue estabilizado

—————– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE —————–

Bárbara Fragoso

Paula Gama

O números de pessoas que adiou o sonho  de comprar a casa própria, de dar um up grade ou até mesmo de ser tornar um investidor de imóveis foi grande, nos últimos quatro anos. A crise econômica, aliada à dificuldade de crédito e taxas mais altas em bancos públicos, esfriou o mercado. Mas a boa notícia é que o ano de 2019 promete ser de realizações.

Economia com sinais de melhora, projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e recuo no desemprego animam o setor. De acordo com o diretor de economia e estatística do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Espírito Santo (Sinduscon-ES), Eduardo Borges, a expectativa é que, a partir de 2019, a expansão do mercado seja maior do que nos últimos três anos.

“A volta do emprego formal influenciará diretamente no cenário. Isso contribui para que as pessoas financiem imóveis.”

Prova disso é que, pelo menos, 17 novos empreendimentos já foram confirmados para cidades da Grande Vitória, como a Capital, Vila Velha e Cariacica; e do interior, como os municípios de  Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim e São Mateus.

Já o  vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-ES), Moacyr Brotas Netto,  avalia que o período atual é favorável para quem deseja adquirir a casa própria com preço especial. “Dá para ver a retomada concreta nos investimentos, e os preços estão atrativos para os consumidores. Acreditamos que os apartamentos com preços acessíveis vão aparecer, principalmente, no setor de lançamentos.”

O diretor de marketing da Lorenge, Erik Lorenzon, estima que a tendência de valorização média na Grande Vitória para imóveis residenciais é de, no mínimo, 20% nos próximos dois anos. “O momento é ideal para  investir na compra de um imóvel, pois, com o aquecimento do mercado, os imóveis estão no limite da baixa, ou seja, o preço de hoje não será mais encontrado daqui a pouco.”

Compartilhe:

Você também vai gostar: